Menu fechado

5 mitos criados sobre aposentadoria com a Reforma da Previdência.

Com a proposta do governo para a Reforma da Previdência, grande parte dos trabalhadores possuem medo de que o benefício se torne inviável, ou até mesmo que não conseguirão mais .

Por isso, vamos esclarecer 5 das perguntas mais frequentes sobre o assunto:

1-Preciso me aposentar antes da Reforma ?

A PEC 06/2019, Conhecida como a Reforma da Previdência, não afetará o direito adquirido, isto é, o direito que o indivíduo tem, ninguém tira.

E isso se dá pois quando todos os requisitos já estão incorporados ao histórico do trabalhador, podem ser usados a qualquer momento.

Então ainda que a Reforma seja aprovada, não muda nada para quem já conquistou o direito adquirido.

2- Devo contribuir mais os últimos 3 anos para me aposentar?


A lei 8676/99 trouxe a regra atual de cálculo para a apuração da renda mensal do segurado, que passou a ser uma média de 80% dos maiores salários. desde julho de 1994.

Antes da alteração da regra, era determinado que para garantir o valor da aposentadoria, o cálculo fosse feito a partir dos últimos 36 meses (3 anos).

Com a mudança da lei, a média pressupõe que todo o contexto contributivo do segurado seja utilizado para aferir uma renda de acordo com sua realidade de vida, de modo que os últimos 3 anos podem fazer nenhuma ou quase nenhuma diferença na renda do beneficiado.

3- O valor da aposentadoria é reajustado de acordo com o salário mínimo?

Até a Constituição de 1988, os valores de aposentadoria seguiam indexação através do salário mínimo, por isso era comum que aparecia nas concessões apareciam que o segurado recebia o equivalente a 3 salários mínimos, por exemplo.

O reajuste do salário minimo acontece com frequência maior do que o reajuste da aposentadoria, o que faz com que a aposentadoria chegue perto do valor do salário mínimo vigente.

4- O INSS vai me auxiliar com todos os documentos que preciso para a aposentadoria?

Orientar o segurado para uma melhor aposentadoria possível, é uma obrigação do servidor do INSS.

Porém sabemos que não é isso que acontece na prática.

Os mais prejudicados com isso são: Autônomos; quem contribuiu em atraso; quem trabalhou com agentes insalubres ou perigosos;  servidor público; quem trabalhou fora do Brasil; quem trabalhou em mais de um emprego; trabalhadores rurais; trabalhadores com deficiência; pessoas sem registro; ou quem ficou afastado por auxílio-doença ou invalidez.

5- Tenho que aceitar o valor da minha aposentadoria ?

A resposta é não! Mas é importante o segurado saber que a aposentadoria somente se concretiza com os saques determinados pelo INSS.

Agora te pergunto:

Você sabe como trazer melhorias para seu benefício?

Hoje temos um alerta é IMPERDÍVEL e trará uma solução EXCLUSIVA para aumento de ganhos na sua aposentadoria em até 60%!

Você está a um passo de DESCOBRIR os 9 erros que o INSS pode ter cometido na sua aposentadoria que pode estar te IMPEDINDO de receber um benefício MAIS VANTAJOSO!

Você quer nossa ajuda?

Então, assista agora nosso workshop “ Os 9 erros que o INSS cometeu na sua aposentadoria que IMPEDEM que você receba uma aposentadoria mais vantajosa! ” e descubra como incluir no valor da sua aposentadoria as MAIORES contribuições das décadas de 70, 80, 90 e 2000, podendo seu benefício chegar em até R$ 5.839,45.

Clique aqui, e se Inscreva AGORA MESMO.

Mas corra, pois as vagas são LIMITADAS, e estão ACABANDO !!

Editorial do Aposentadoria Notícia.

Publicado em:Últimas Notícias