Menu fechado

BENEFÍCIOS DO INSS ESTÃO BLOQUEADOS PARA 529 MIL APOSENTADOS

Para evitar fraudes na Previdência o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) suspendeu, no mês de março, o pagamento do beneficio de mais de 500 mil segurados. O motivo seria a falta de “prova de vida”, que precisa ser declarada ao órgão anualmente.

Todos deixaram de se apresentar ao instituto. O dinheiro só será liberado quando o beneficiário fizer a apresentação formal. Com o trâmite burocrático resolvido, a operação será automaticamente normalizada.

PROVA DE VIDA

Desde 2012, os segurados do INSS devem comprovar que estão vivos para manter o benefício ativo. A prova de vida é obrigatória para todos que recebem por conta corrente, conta poupança ou cartão magnético. Para fazer a prova de vida os segurados do INSS devem comparecer anualmente a uma agência do banco pagador do benefício.

As datas de comparecimento variam de banco para banco: existem bancos que utilizam a data do aniversário do beneficiário, outros que utilizam a data de aniversário do benefício e há também os bancos que convocam o beneficiário um mês antes de vencer o prazo da última prova de vida realizada.

PROCEDIMENTO DE PROVA DE VIDA

Para realizar a prova de vida, o beneficiário deve ir até a agência do banco em que recebe o depósito do INSS e apresentar um documento de identificação com foto. Depois disso, a instituição é obrigada a transmitir os registros ao INSS, utilizando o Protocolo de Pagamento de Benefícios em Meio Magnético.

A partir de agora, a pessoa que recebe o benefício pode realizar a prova de vida e a renovação de senha por meio do atendimento eletrônico com uso de biometria ou identificação por funcionário da instituição financeira.

Os beneficiários com idade igual ou superior a 60 anos vão poder solicitar a realização de prova de vida no INSS a partir da mudança. Já aqueles que possuem dificuldade de locomoção e idosos com mais de 80 anos vão poder realizar a prova de vida em casa ou no local informado no requerimento.

No caso de dificuldade de locomoção, é preciso enviar um pedido para a Agência da Previdência Social e apresentar atestado médico ou declaração emitida por hospital que comprove a necessidade da prova de vida em casa.

Todos os serviços precisam ser agendados na Central 135, Meu INSS ou canais disponibilizados pelo INSS.

NÃO REALIZAÇÃO DA PROVA DE VIDA

A não realização da prova de vida pode bloquear o pagamento do benefício. O dinheiro é liberado assim que a pessoa atender à convocação. Segundo o texto publicado no DOU, “a prova de vida e o desbloqueio de crédito realizado perante a rede bancária será realizada de forma imediata, mediante identificação do titular, procurador ou representante legal”.

COMO SABER O PRAZO CERTO?

Os beneficiários do INSS devem consultar diretamente seu banco pagador para saber quando devem fazer a prova de vida. Vale destacar que esse procedimento tem que ser feito todo ano, junto ao banco, para não correr o risco de ter o pagamento suspenso por não ter feito a comprovação de vida.

APOSENTADORIA NOTÍCIA

Se você já aposentou ou está preste a se aposentar, o mais importante é fazer uma revisão e não perder tempo. Sempre bom obter informações com especialista previdenciário.

Publicado em:Últimas Notícias