Menu fechado

COMO GARANTIR AUMENTO NA APOSENTADORIA OU PENSÃO PELO INSS EM 2020

Aposentados com boas contribuições ao INSS antes 1994 poderão incluí-las na aposentadoria. Entenda como a REVISÃO VIDA TODA poderá melhorar a sua aposentadoria. Faça análise do seu caso. Consulte os nossos especialistas. Faça o cálculo. Aumente seu benefício ainda este ano.

QUEM TEM DIREITO

A REVISÃO DA VIDA TODA é sempre importante voltar a falar, para não entrar em esquecimento, é uma oportunidade de aposentados e pensionistas que querem aumentar seu benefício EM ATÉ 60%.

Os trabalhadores que estavam no mercado antes de julho de 1994, quando o Plano Real foi implantado, poderão solicitar à justiça a Revisão da vida toda. Essa correção beneficiará os trabalhadores com a carteira assinada e que contribuíam com o INSS sobre salários mais elevados.

Atualmente, o cálculo da Previdência, em relação à média salarial, só inicia a partir do Plano Real. Com a REVISÃO, será possível que todos os salários se incluam nessa contagem. É importante lembrar que antes de solicitar a ação, o ideal é procurar um profissional especializado em previdência.

O recurso dessa REVISÃO é garantido em casos em que o segurado, comprovadamente, tem direito a um pagamento maior. Atualmente, o Instituto Nacional de Seguridade de Social (INSS) possui cerca de 2 milhões de aposentados e pensionistas aguardando a revisão do seu benefício.

COMO FUNCIONA A REVISÃO DA VIDA TODA DO INSS? VAMOS ENTENDER?  

Apesar do INSS de dispor de sistemas de cálculo de benefício, de acordo com tempo de trabalho, contribuição e idade do cidadão, o INSS conta com o fator humano de trabalho, que é passível de erro.

Sendo assim, segurados que desconfiam e não concordam sobre eventuais erros de cálculo podem solicitar a correção do valor ao INSS. O pedido é feito em uma Agência da Previdência Social (APS), mas para ganhar tempo e ter um retorno eficiente e rápido, muitos aposentados requerem por meio de uma com uma ação judicial.

Para entrar com pedido de revisão, administrativa ou judicial, o solicitante deve seguir a regra de dez anos. Isso significa que ele, a partir do primeiro pagamento, tem uma década para entrar com pedido de revisão. O segurado deve anexar seus documentos pessoais, procurar um especialista e explicar, claramente, o motivo de revisão.

PEDIDO FEITO

No entanto, ao entrar com pedido de REVISÃO, o aposentado tem um prazo de até 60 dias para receber a resposta do órgão. Os primeiros 45 dias são o limite para que o próprio INSS informe ao segurado referente à solicitação.

Caso o INSS reconheça erro favorável ao segurado, são pagas diferenças de até cinco anos antes do pedido. Não deixe de procurar um especialista, caso não favorável, o pagamento do benefício pode até ser reduzido.

Após fazer o pedido de revisão e a resposta do INSS for negativa, o segurado pode recorrer no próprio instituto, no prazo de 30 dias.

APROVADA PELO SUPREMO

A REVISÃO DA VIDA toda já foi aprovada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e é ideal para os trabalhadores que antes do Plano Real, contribuíam com valores mais altos à Previdência. Dessa forma, o indivíduo teria que ter a carteira assinada no período.

COMO O CÁLCULO É REFEITO?

Existem três formas de refazer esse cálculo. O primeiro, destinado a quem era segurado do INSS até o dia 26 de novembro de 1999, conta 80% das maiores contribuições que foram realizadas até julho de 1994.

O segundo é voltado aos que passaram a contribuir a partir de 27 de novembro de 1999 e até o dia 12 de novembro de 2018 conseguiram as condições para se aposentar.

Por fim, o terceiro cálculo é realizado aos conseguiram chegar à condição de aposentar a partir do dia 13 de novembro de 2019. Para isso, a média salarial será calculada segundo as contribuições que foram efetuadas a partir de julho de 1994.

OBSERVAÇÕES PARA A REVISÃO DA VIDA TODA

O trabalhador que deseja solicitar a REVISÃO DA VIDA TODA deve estar atento aos seguintes pontos:

  • O prazo para solicitar a Revisão é de dez anos (ou seja, quem se aposentou em 2009 está com seu prazo encerrando);
  • Buscar um especialista para fazer as contas antes de ir ao Judiciário;
  • Quem recebia salário mínimo ou salários em 1994 não será beneficiado;
  • O trabalhador tem direito aos valores atrasados (caso consigam a revisão de renda);
  • Para os valores atrasados, são considerados os de até cinco anos antes do pedido.
Publicado em:Últimas Notícias