Menu fechado

Descubra como você poderá aumentar sua aposentadoria em até 50%, receber os últimos 05 anos de atrasados, e ainda ter uma renda passiva extra mensalmente.

A informação a seguir – objeto do alerta do Aposentadoria Notícia dessa semana – tem a finalidade de aumentar os valores das aposentadorias dos inativos do INSS, e ainda gerar uma renda passiva mensal.
 
Existe agora uma oportunidade para os aposentados que se aposentaram após Novembro de 1999, revisarem os valores de suas aposentadorias e incluírem, ainda, 80% das maiores contribuições de todo seu período laboral, vez que o INSS só considera para fins de cálculo somente as contribuições pós Julho de 1994.
 
Umas das normas legais que o INSS descumpre é  a “aplicação da regra definitiva do Artigo 29, I, da Lei 8.213/1991, que determina  o cômputo ou apuração da média de 80% dos maiores salários-de-contribuição, devendo, obrigatoriamente, levar em consideração todo o período contributivo do autor, e não parte dele”, afirma o editorial da Revista Eletrônica do Aposentadoria Notícia.
 
Com isso e da forma que o INSS faz descumprindo o diploma legal, o segurado-inativo perde, “de entrada”, pelo menos 50% do valor que deveria estar ganhando, e tem sua aposentadoria achatada com o passar dos anos.
 
Imagine quantos empregos e bons salários que você deva ter tido durante toda sua vida laboral que não foram incluídos para fins de formação do seu salário-de-benefício.
 
O que na verdade coloca-se para refletir, é que hoje os aposentados tiveram excelentes empregos e contribuições sobre o teto nas décadas de 80, 90 e 2000.
 
Os veteranos chegavam a recolher sobre 10 e até mesmo sobre 20 salários por anos a fio, e nunca tiveram uma contrapartida! E tudo isso foi simplesmente desconsiderado pelo INSS por ocasião da formação do salário-de-benefício.
 
Com a ‘Revisão da Vida Toda’, considerando os excelentes empregos e rendas que os aposentados tiveram durante sua vida laboral, poderão com essa solução dobrar ou até mesmo triplicar o valor de sua aposentadoria, chegando a receber até R$ 5.645,80 por mês de benefício.
 
A reforma da Previdência, as mudanças nas regras de aposentadoria, o déficit bilionário que a Previdência enfrenta, dão aos inativos que estão nessa situação, um sentimento de urgência, já que não sabemos o que acontecerá em 2019, no governo do Jair Messias Bolsonaro e gestão econômica de Paulo Guedes.
 
O momento é providencial!
 
E aqueles que já se anteciparem e derem entradas nas suas revisões, podem estar assegurados seus direitos acaso a justiça mande pagar a ‘Revisão da Vida Toda’ para somente àqueles que já tiverem ingressado com ações.
 
Isso é a aplicação de uma modulação para driblar o rombo que o INSS está sofrendo e não pagar os aposentados mais uma vez, já que esta ação onerará e muito os cofres públicos.
 
O momento é agora e não dá para esperar ou adiar!
 
Já imaginou receber os atrasados dos últimos 05 anos de valores significativos que você sequer tinha noção que tinha direito?
 
Pretendemos educar nossos leitores à parar de uma vez por todas de pegar empréstimo com os bancos, a comprometer sua aposentadoria e orçamento familiar.
 
Queremos que eles [nossos leitores]  descubram como aplicar o que sobra de sua aposentadoria e gerar uma renda passiva.
 
Ou aplicar os valores que esses clientes receberão dos últimos 05 anos e gere, além do recebimento dos atrasados, uma renda passiva de investimentos oriundas de uma aplicação específica e estratégica.
 
Agora é momento para aproveitar para entrar com a ‘Revisão da Vida Inteira’, e fazer belas aplicações para gerar outras rendas passivas que aumentarão e muito a parte econômica da sua vida e de seus dependentes.
 
Chega de deixar o dinheiro da sua aposentadoria para o governo!
 
Chega de enriquecer e deixar seu precioso e suado dinheiro para os bancos!
 
O que nós vamos te ensinar, eles não querem que você saiba!
 
Se você quiser mais informações sobre a ‘Revisão da Vida Toda’ e sobre como gerar uma renda passiva mensal, clique abaixo.
Publicado em:Últimas Notícias