Menu fechado

PRESIDENTE JAIR BOLSONARO ESTÁ DISPOSTO A NEGOCIAR

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) sinalizou nesta quinta-feira que pode alterar três pontos da PEC 6/2019, que trata da Reforma da Previdência, enviada semana passada ao Congresso Nacional.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou durante um café da manhã com jornalistas que está disposto a negociar alguns pontos da reforma da Previdência, entre eles baixar a idade mínima para aposentadoria das mulheres de 62 para 60 anos.

Essa é a primeira vez que o presidente fala na possibilidade de reduzir a idade mínima após entregar a proposta ao Congresso Nacional. O presidente também afirmou que pode fazer concessões no BPC (Benefício de Prestação Continuada), que é pago para idosos e deficientes de baixa renda, e na porcentagem da pensão por morte, que poderia passar de 60% para 70%.

Sobre o benefício para idosos carentes, com a proposta do governo defendida pela equipe chefiada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, ganharia um salário mínimo (R$ 998) apenas os segurados com mais de 70 anos de idade, com uma variação de R$ 400 para quem tem de 60 a 70 anos. Hoje, quem tem 65 anos e não possui renda pode requerer o pagamento. O presidente Bolsonaro admitiu que pode haver alguma revisão sobre o BPC.

Descubra se você tem direito de aumentar a sua aposentadoria em até 60%!

DESAFIO PARA APROVAÇÃO DA REFORMA

O trâmite da reforma da Previdência no Congresso trará desafios políticos importantes para o governo. Entre eles estão a escolha de presidente das comissões permanentes e especial e a necessidade de 308 votos na Câmara e 49 no Senado, além das pressões da oposição e de categorias contrárias às mudanças constitucionais.

Entre os pontos mais polêmicos, que devem enfrentar resistência dos parlamentares, estão justamente o BPC para idosos e a pensão por morte.

Fale com um consultor

MODIFICAÇÕES

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), confirmou a iniciativa de haver modificações para que ocorram negociações no Congresso. Ela disse ter se reunido com a equipe econômica logo após o presidente ter falado sobre o assunto com os jornalistas.

Mesmo com disposição para negociar com o Congresso, Bolsonaro afirmou que a não abre mão da essência do projeto. O presidente salientou que sem a Reforma da Previdência poderá haver consequências negativas para o país, como alta do dólar, queda da Bolsa de Valores, suspensão de pagamento a servidores e enfraquecimento do governo.

A deputada confirmou que o governo negocia emendas e cargos para viabilizar a aprovação da PEC 6/2019, que só deve começar a tramitar após o Carnaval, com a instalação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), prevista para o dia 12 de março.

Imprensa

Durante a conversa, Bolsonaro falou sobre a importância da imprensa para o processo democrático.

Saiba mais sobre os benefícios

Sempre bom obter informações com especialista previdenciário. É de grande importância. Se você já aposentou ou está preste a se aposentar, o mais importante é fazer uma revisão, não perder tempo. Com esse técnico você poderá analisar o seu caso, de maneira única e realizar o cálculo exato referente ao seu beneficio com exatidão.

Clique aqui  e consulte um dos profissionais.

Você pode ter direito ao um aumento de até 60% no seu benefício. Consulte!

Publicado em:Últimas Notícias