Menu fechado

Revisão da vida toda pode aumentar meu benefício?

A Revisão Da Vida toda é recomendada para os segurados do INSS que foram contemplados com a aposentadoria após o dia 29 de novembro de 1999, cujas contribuições tenham sido feitas antes de julho de 1994. Assim, com essa revisão, aqueles aposentados que antes recebiam R$ 1.100,00, podem passar a receber o teto do INSS é de R$ 6.433,57, mas antes é preciso analisar.

Em 2021, ainda vale a pena entrar com este tipo de ação?

A resposta é SIM. Considerando que nesta ação os segurados têm direito a solicitar o ressarcimento das diferenças dos últimos cinco anos retroativos, é possível concluir que a cada mês que se passa sem ingressar com nenhuma ação, o segurado tem um mês a menos para receber.

O valor a ser pago irá depender do cálculo realizado em cada caso analisado, por isso a importância de uma assessoria com um especialista em previdenciário.

Entretanto, por erro de cálculo do INSS, é possível clientes terem um incremento na aposentadoria de até R$ 1.200,00 ao mês, junto com valores dos últimos cinco anos dará uma bolada na faixa de R$ 75 mil, a título de pagamentos retroativos.

O QUE É A REVISÃO DA VIDA TODA?

A revisão da vida toda se trata de um processo judicial em que o segurado, ou até mesmo aquele que já é aposentado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) recorre à Justiça para requerer o aumento no valor do benefício ou da aposentadoria. Não deixe de consultar um especialista em previdência, não perca tempo!

Publicado em:Últimas Notícias