Menu fechado

Revisão da vida toda: STF deve julgar em junho

O STF (Supremo Tribunal Federal) finalmente marcou a data do julgamento da chamada REVISÃO DA VIDA TODA. A ação está na pauta da Corte para ser analisada entre os dias 4 e 11 de junho. Se favorável, decisão beneficiará profissionais que estão no mercado de trabalho antes de julho de 1994.

BOA NOTÍCIA

A decisão vai encerrar uma longa polêmica sobre as contribuições previdenciárias anteriores a julho de 1994 e, se for favorável aos aposentados, quem entrou com ação antes da decisão irá receber o valor calculado com juros e correção do período mais até cinco anos anteriores ao pedido. Não perca tempo, busque uma assessoria especializada.

No mês de maio, o procurador-geral da República, Augusto Aras, se manifestou a favor da REVISÃO DA VIDA TODA, se tornando um aliado de peso para os aposentados. Embora o parecer do procurador-geral não conte como voto no processo, porém, é relevante para fundamentar a decisão dos ministros.

QUEM SERÁ BENEFICIADO?

A correção beneficiará quem teve salários altos no início da carreira, na comparação com os salários recebidos nos anos que antecederam a aposentadoria.

CONTRATE UM ESPECIALISTA EM PREVIDÊNCIÁRIO

NÃO PERCA TEMPO! O pedido desta revisão só deve ser feito na Justiça e nos primeiros dez anos da aposentadoria e na Justiça, contados a partir do primeiro pagamento do benefício, e precisa estar bem fundamentado para valer a pena.

É necessário o cálculo para saber se essa revisão vale a pena não é simples, por isso o ideal é contar com a ajuda de um especialista previdenciário. O pedido desta revisão só pode ser feito na Justiça.

Publicado em:Últimas Notícias