Menu fechado

Revisão que pode aumentar o seu benefício do INSS

Se você obteve algum benefício previdenciário em 2011, como aposentadoria ou pensão, saiba que ainda é possível solicitar a revisão ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Seja por falha na análise do INSS, mudança na lei ou falta de documentação no requerimento da aposentadoria, milhares de benefícios são concedidos com erros todos os anos.

Para verificar se esse foi o seu caso e se é possível melhorar a renda atual consulte um especialista em previdenciário. Esse profissional irá analisar seu caso e indicará se há possibilidade de revisar o seu benefício.

REVISÃO DA VIDA TODA

A revisão da vida toda permite refazer o cálculo da aposentadoria, já concedida ou da aposentadoria que se tornou pensão, com a inclusão de contribuições realizadas antes de julho de 1994, pagas em outras moedas que não o real

Em geral, essa revisão beneficia quem teve rendimentos mais elevados no início da carreira, na comparação com os salários recebidos nos últimos anos que antecederam o pedido de aposentadoria.

Como já citado, recomenda-se pedir o cálculo a um especialista em Previdência para checar se vale a pena arcar com os custos.

QUANDO A REVISÃO DA VIDA TODA É DEVIDA?

Até a reforma da Previdência, em vigor desde 13/11/2019, o INSS considerava somente os 80% maiores salários desde julho de 1994 para calcular o valor dos benefícios.

No entanto, quem começou a trabalhar antes de 1994 pode elevar os valores de sua aposentadoria se incluir na base de cálculo as contribuições que foram feitas ao INSS antes do Plano Real.

IMPORTANTE

Esse direito só pode ser alcançado por meio de ação judicial, já que o INSS não reconhece os valores de recolhimentos realizados em moedas anteriores à criação do real.

E o prazo para pedir a revisão da vida toda é de até dez anos após a concessão. A contagem começa no mês seguinte ao primeiro pagamento feito pelo INSS.

Publicado em:Últimas Notícias